AJS

Capítulo 5 – Pastoral Juvenil Salesiana e Pastoral da Juventude do Brasil

PASTORAL JUVENIL SALESIANA CARACTERÍSTICAS:
1. A opção determinante pelos jovens e pelo seu mundo.
2.A missão de educar evangelizando e evangelizar educando.
3. A experiência comunitária
4. O estilo específico da animação.
5. A unidade na diversidade e a organicidade.
6. A presença significativa na Igreja.
7. A presença significativa no mundo.

AJS e Pastoral da Juventude do Brasil(PJB)
Contribuições Mútuas

Inseridos e sintonizados com a Igreja, nós salesianos e salesianas, estamos atentos e comungamos com aquilo que a Igreja do Brasil nos orienta a respeito dos jovens.
A Pastoral da Juventude do Brasil é a voz oficial da CNBB para o trabalho com os jovens. Portanto, é necessário que a AJS esteja integrada e em sintonia com as orientações da Igreja do Brasil para a Pastoral da Juventude.
Nós, como Dom Bosco, respondemos integralmente à ação Evangelizadora da Igreja no mundo, oferecendo uma contribuição carismática específica: privilegiando a atenção ao mundo juvenil; a nossa ação pastoral é específicamente pastoral juvenil, com as características próprias do nosso espírito salesiano.
Elementos que nos responsabilizam numa caminhada conjunta:
* Destinatário prioritário é comum.
* Missão de Evangelização.
* Associacionismo.
* Assessor.
ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES DO CARISMA SALESIANO PARA A PASTORAL DA JUVENTUDE
- Humanismo otimista.
- Visão positiva da vida.
- A acolhida ao progresso.
- A postura crítica diante dos MCS.
- A presença salesiana estimuladora e educativa no meio dos jovens.
- A descoberta e o investimento nas potencialidades juvenis.
- A acolhida e o relacionamento pessoal do educador-pastor com o destinatário.
- A afetividade marcada pelo carinho, a simplicidade e a praticidade salesianas.
- A diversidade de propostas e estilos de vida em grupo a partir do interesse e necessidade juvenis.
- A organização de ambientes ricos em propostas educativas.
- O caráter educativo de um ambiente físico
- A experiência de se trabalhar em equipe (CEP) e em se planejar a ação pastoral. (PEPS)
POSTURAS PARA UMA PASTORAL ORGÂNICA
Somos chamados a:

1. Conhecer e aplicar as diretrizes para uma pastoral juvenil que a Igreja nos propõe.
2. Nos inserir nas iniciativas da pastoral da juventude local estando presentes e contribuindo com a realização e a qualidade das mesmas, segundo nossa Espiritualidade e experiência.
3. Incentivar os jovens de nossas presenças a esta caminhada conjunta.
4. Participar do processo de organização da juventude católica de nossa Igreja local.
5. Abrirmo-nos mais às classes populares e aos jovens marginalizados.
6. Oferecer nossas idéias, segundo a rica experiência com grupos juvenis(associacionismo) que partem da realidade e do interesse dos jovens, atendem suas necessidades, despertam suas potencialidades e formam lideranças.
7.Contribuir na formação de líderes e assessores, através da nossa experiência e subsídios.
8. Descobrir juntos um consistente, atraente e prático itinerário de educação à fé.
9, Colocar nossos ambientes, materiais e líderes a serviço da pastoral da juventude da Igreja local.
10. Favorecer as iniciativas de parceria, no que diz respeito à formação e eventos juvenis.
11. Organizar nossos projetos em consonância com a Igreja local evitando assim as programações paralelas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>