Sintonia Online

Itajaí – Parque Dom Bosco – 05/07/11 – Projeto Tênis Comunitário beneficia mais de cem crianças em Itajaí

Itajaí – Parque Dom Bosco – 05/07/11 – Projeto Tênis Comunitário beneficia mais de cem crianças em Itajaí

     Este é o segundo ano que o projeto é aprovado pela Comissão de Avaliação de Projetos Esportivos (CAPE) que avaliou e selecionou 93 projetos esportivos, sendo 51 na categoria de Formação Esportiva de Base. Esta ação faz parte do edital, lançado pela FMEL no dia 3 de janeiro de 2011, para seleção de projetos financiados com recursos da Lei Municipal de Incentivo ao Esporte. O período de apresentação dos projetos ocorreu entre os dias 3 e 26 de janeiro  
     O Superintendente explica que após considerar vários critérios, o valor aprovado para repasse à Instituição Salesiana foi de quatro mil reais. "O Parque foi contemplado através da Lei de Incentivo ao Esporte para captar recursos junto a empresas. A finalidade do projeto é significativa, pois as crianças são as maiores beneficiadas", enfatiza.
 
     A Unimed também firmou outro contrato de parceria com o Parque para desenvolver o projeto no período de março a novembro de 2011. Além do repasse através da Lei de Incentivo ao Esporte, a empresa também patrocina a contratação do professor de tênis que ministra as aulas do projeto através de um investimento que gira em torno de 12 mil reais. Também disponibiliza um profissional da Cooperativa para ministrar aulas.
 
     Simone afirma que esse projeto é de extrema importância porque o esporte traz grandes benefícios para as crianças. "Temos aqui a parceria do Parque Dom Bosco, representado pelo Padre Sando Poffo, no qual a gente agradece muito o apoio. O Parque faz um excelente trabalho para a comunidade e nós estamos muito felizes por esse segundo ano de Tênis Comunitário", declara.
 
     As atividades do projeto consistem no desenvolvimento da prática do tênis entre crianças de baixa renda, com o objetivo social de promover ações de cidadania visando contribuir para a formação pessoal através do envolvimento com uma modalidade esportiva. As aulas são ministradas na quadra de tênis da obra social com os professores Everton de Brito, o Tom, todas as terças-feiras das 10h30 às 11h30 e das 13h30 às 14h30 e Osvaldo Cipriano, o Badeco, nas sextas-feiras das 9h às 10h e das 13h30 às 14h30.
 
     Com aulas semanais, inicialmente, o projeto foi desenvolvido voluntariamente no Parque entre os anos de 2004 e 2009, pelo professor Badeco. Nestes sete anos de projeto já foram atendidos mais de 500 crianças e adolescentes, com idade entre sete e 14 anos, que freqüentam os Programas de Educação Complementar e Oficinas Alternativas da obra social.

 
     O Superintendente explica que após considerar vários critérios, o valor aprovado para repasse à Instituição Salesiana foi de quatro mil reais. "O Parque foi contemplado através da Lei de Incentivo ao Esporte para captar recursos junto a empresas. A finalidade do projeto é significativa, pois as crianças são as maiores beneficiadas", enfatiza.
 
     A Unimed também firmou outro contrato de parceria com o Parque para desenvolver o projeto no período de março a novembro de 2011. Além do repasse através da Lei de Incentivo ao Esporte, a empresa também patrocina a contratação do professor de tênis que ministra as aulas do projeto através de um investimento que gira em torno de 12 mil reais. Também disponibiliza um profissional da Cooperativa para ministrar aulas.
 
     Simone afirma que esse projeto é de extrema importância porque o esporte traz grandes benefícios para as crianças. "Temos aqui a parceria do Parque Dom Bosco, representado pelo Padre Sando Poffo, no qual a gente agradece muito o apoio. O Parque faz um excelente trabalho para a comunidade e nós estamos muito felizes por esse segundo ano de Tênis Comunitário", declara.
 
     As atividades do projeto consistem no desenvolvimento da prática do tênis entre crianças de baixa renda, com o objetivo social de promover ações de cidadania visando contribuir para a formação pessoal através do envolvimento com uma modalidade esportiva. As aulas são ministradas na quadra de tênis da obra social com os professores Everton de Brito, o Tom, todas as terças-feiras das 10h30 às 11h30 e das 13h30 às 14h30 e Osvaldo Cipriano, o Badeco, nas sextas-feiras das 9h às 10h e das 13h30 às 14h30.
 
     Com aulas semanais, inicialmente, o projeto foi desenvolvido voluntariamente no Parque entre os anos de 2004 e 2009, pelo professor Badeco. Nestes sete anos de projeto já foram atendidos mais de 500 crianças e adolescentes, com idade entre sete e 14 anos, que freqüentam os Programas de Educação Complementar e Oficinas Alternativas da obra social.

Galeria de Imagens
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>