Sintonia Online

Ponta Grossa – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – 14/04/2013 – Pastoral Catequética paroquial recebe Formação Diocesana.

Ponta Grossa – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – 14/04/2013 – Pastoral Catequética paroquial recebe Formação Diocesana.

“Ele, que tinha amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13,1)

Mais de 70 catequistas se reúnem durante um domingo inteiro para formação na paróquia de N. S. Auxiliadora, com o apoio e formação da Equipe Diocesana de Animação Bíblico Catequética da Diocese de Ponta Grossa. Vivenciando ainda a Renovação Paroquial, projeto diocesano, o encontro começou com a missa da manhã na matriz.

 

Padre Leo, que presidiu a celebração, aproveitou a liturgia do dia e a temática do Dízimo, celebrada todo segundo domingo do mês na paróquia, para ligar o fato do dever de cada cristão ao projeto de Cristo de evangelização e anúncio do Reino de Deus. Enfatizando que temos um lugar na Igreja, basta assumirmos. Lembrou-se do encontro que se iniciara com a missa, e enfatizou o fato do almoço ser partilhado (cada um levou o que comer e dividiu com os demais), salientou “Dizimo é partilha, dar o fruto do meu trabalho a Deus. Não podemos vir de mãos vazias…” e encerrou sua homilia lançando um desafio “Será que somos capazes de amar a Deus mais que à novela, ao esporte, às festas?”

 

A formação iniciou com a leitura orante da Palavra de Deus e posteriormente o padre Clayton Delinski, juntamente com a Ir. Flávia coordenaram os trabalhos. Em uma prazerosa formação, a dinâmica de cada um encontrar seu nome nas mesas, assumindo seus lugares, foi bem explicada pelo padre com a seguinte temática: “Cada um tem seu lugar na mesa com o Senhor e ninguém o pode substituir”. Ele dramatizou uma pequena história e nos mostrou que só convidamos quem amamos para se aproximar à nossa mesa, com Cristo é igual, e por nos amar constantemente nos convida e coloca à mesa do altar em toda celebração Eucarística.  Não podemos nos sentir indignos de ir à missa, isto não compete a nós. Lá no altar da missa “Jesus é o portador do milagre”, ensinou o Pe. Clayton. Os gestos de Cristo foram analisados um a um na segunda parte da formação, sob o estudo da passagem de São João 13, 1-17.

 

Durante o encontro houve a partilha da vida, onde os presentes puderam contar suas experiências. O senhor Rosdaniel Santos partilhou sobre seu chamado à catequese: “Meu chamado veio pela minha esposa… a mulher acha tempo para Deus, o homem acha tempo para futebol, pesca, menos para Deus”.  A senhora Ana Claudia Andruchiw comentou sobre a formação: “É um privilégio estar à mesa, nós chamamos somente as pessoas mais queridas para estar à mesa, Deus nos escolhe”. Já para a catequista Tania Lima “Não dá para ficar fora da Mesa do Senhor, quantas vezes deixamos de comungar e deixamos de motivar nossos catequizandos com esse exemplo, principalmente os de Primeira Eucaristia”. O entusiasmo era tanto que a senhora Elizabete, catequista da Com. S. Domingos Sávio há mais de 20 anos, foi bem taxativa “Gostaria de aproveitar a oportunidade e solicitar à diocese que uma hora e meia é muito pouco para falar de Deus às crianças…” Enquanto vemos do outro lado, senhores pais que reclamam ser muito tempo de catequese cinco anos até a Crisma. Vale lembrar as palavras do senhor bispo Dom Sergio Arthur Braschi na Crisma do ano passado “Vocês, crismandos, não estão encerrando a catequese, e sim, iniciando”.

 

Colaborador(a): Jackson Rodrigo Eidam

Correção: Maria Cristina Piotrovski

Mais fotos, vídeos e informações paroquiais acessem: http://pgpnsa.blogspot.com

Galeria de Imagens
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>