Sintonia Online

Ponta Grossa – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – 26/10/2013 – Crisma com 140 adolescentes, jovens e adultos reúne mais de mil pessoas na matriz N. Sra. Auxiliadora.

Ponta Grossa – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – 26/10/2013 – Crisma com 140 adolescentes, jovens e adultos reúne mais de mil pessoas na matriz N. Sra. Auxiliadora.

“Recebei o Espírito Santo… Missão é envio!” enfatizou Dom Sérgio Arthur Braschi.

Com grande alegria a paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora acolhe os 140 crismados entre adolescentes, jovens e adultos- e destacamos dois idosos, um senhor com 79 anos e uma senhora com 73. Juntamente ao Bispo Dom Sergio Arthur Braschi, pároco Leo Kieling, P. José Rodolpho Hess (diretor inspetorial na paróquia), os diáconos permanentes da paróquia, José Joanir e Augusto Rota, além dos demais padres e diáconos permanentes visitantes e as mais de mil pessoas presenciaram a bela celebração.

Dom Sergio Arthur, sempre carismático, enfatizou o termo missão. Explicou a todos que os crismados agora são chamados a serem missionários, e a todos nós seus apoiadores. Citou por diversas vezes a beleza de esta Crisma estar no final do mês missionário e próximo ao encerramento do Ano da Fé. “Receber o sacramento da Crisma é receber uma parte da missão que o Cristo confiou aos Apóstolos…” enfatizou.  Relembrou a todos a importância da unção pelo óleo do Crisma; consagrado na missa da manhã de quinta-feira da Semana Santa, com a presença de todos os padres da diocese. Dois dos diáconos permanentes visitantes são padrinhos de batismo de dois jovens crismados. Destacamos Alcedir Godoy, diácono permanente da paróquia São Cristóvão, presente no serviço do altar na crisma de seu afilhado, o jovem Elielton Ferreira. O jovem respondeu que o Sacramento da Crisma é “Uma sensação muito boa”. Já para o jovem Luan Antero, “A Crisma vai me ajudar a ser uma pessoa melhor”. O catequista Eduardo Huk, integrante da equipe de coordenação da pastoral catequética, afirma: “Estamos animados, e com uma expectativa muito boa sobre estes crismandos”.

O baixo número de crismandos, este ano, se deve a uma mudança na idade de entrada das crianças na catequese que houve há cinco anos. Geralmente se tem mais de 200 jovens, separados em duas celebrações. “Para o ano que vem já se espera em torno de 240 crismandos”, nos alertou Eduardo. Porém, com o número deste ano, todas as comunidades puderam celebrar a Crisma juntos, em uma só celebração.

Colaborador(a): Jackson Rodrigo Eidam

Correção: Alexsandra Denise Pereira

Mais informações, fotos e vídeos paroquiais, acessem: http://pgpnsa.blogspot.com

Galeria de Imagens
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>