Sintonia Online

Porto Alegre – Casa Inspetorial – 14/02/15 – Homenagem a Irmã Angélica Franciosi

Porto Alegre – Casa Inspetorial – 14/02/15 – Homenagem a Irmã Angélica Franciosi

Vou escrever uma crônica pessoal, fugindo ao meu estilo, sobre a Irmã Angélica Franciosi, Filha de Maria Auxiliadora. Após uma doença bastante persistente e grave, faleceu no mês de janeiro. Tive a alegria de visitá-la no dia 11 de janeiro, em Rio do Sul, SC. Em seus 91 anos estava bastante debilitada, atingida por uma grave doença. Tive a graça de conversar com ela a sós durante duas horas. Muito lúcida. Dei-lhe a bênção de N. S. Auxiliadora. Conversamos sobre a vida e sobre a morte. Uma mulher muito humana. No final pediu-me, chorando, que ficasse mais um pouco e que não fosse embora. De cortar o coração…

Por que fui visitá-la? Porque nós salesianos temos uma dívida de gratidão muito grande para com ela. Quando Dom José Balestieri, bispo emérito de Rio do Sul, era nosso Inspetor Provincial, Ir. Angélica começou a cuidar dos salesianos doentes. Eu era vice-inspetor. Com que carinho ela fez isto! Com que competência! Quantas madrugadas passou nas filas do SUS para conseguir ficha de atendimento, nas filas da farmácia do estado para conseguir remédio, nos consultórios dos médicos para dar encaminhamentos, nos quartos dos hospitais para atender os salesianos em fase de recuperação ou em seu desenlace final… Com que amor, dedicação e espírito salesiano. Quanto economizamos com isto. E quanto investimento em amor, em dignidade e em fraternidade.

Lembro-me de alguns salesianos que foram atendidos por ela. P. Zeno Schweitzer, P. Heriberto Schmitz, P. Osório Pires, P. Osório Muraro, P. Theobaldo Heck, Ir. Tadeus Domasczak, P. Ângelo Moser, P. Ivo Petry, P. Victor Vicenzi, P. Honorino Muraro, … Isto sem falar dos que estamos vivos. Sou testemunho do carinho com que falava com os salesianos sobre a gravidade de sua doença e que se preparassem adequadamente para o desenlace final e o encontro amoroso com Deus Pai. Ainda vejo ela conversando com o P. Ângelo Moser que nem suspeitava da gravidade de sua doença. Depois, embarcando no aeroporto de Porto Alegre para levá-lo até Itajaí. Ainda me lembro do carinho com que tentava acalmar e harmonizar o P. Heriberto Schmitz sempre tão agitado na vida e na hora da morte. Em Curitiba, cuidando do P. Theobaldo Heck, uma fortaleza de salesiano, que morreu mirradinho pela crueldade da doença. Em Rio do Sul, cuidando do P. Zeno Schweitzer no Hospital Samaria. Peregrinamos juntos, eu e ela, por vários hospitais do Vale do Itajaí e por várias casas de repouso. Encontramos este Hospital em Rio do Sul que acolheu tanto o P. Zeno quanto o P. Victor. Tiveram um final digno. Assim, outros e outros…

Depois, aos poucos foi-se desligando deste trabalho amoroso por dois motivos. O primeiro, é que nós salesianos internamente fomos nos organizando com mais profissionalismo para atendermos os irmãos doentes ou moribundos. O segundo é que também a idade foi avançando e colhendo nossa Irmã Angélica colocando-a numa situação de quietude, lentidão e serenidade.

Não sei falar do quanto Irmã Angélica fez no setor da saúde nas terras mineiras, sobretudo em Ponte Nova. Escutei muitas de suas histórias, de sua vida… Outros poderão falar melhor. Sou testemunha deste trabalho silencioso, persistente, competente e consagrado aos salesianos a partir de 1986.

Irmã Angélica, muito obrigado. Ao me despedir dela disse: “Continua lutando… Cuida bem da cabeça para manter-se consciente sempre! Deus te ilumine e te dê saúde e vigor espiritual… Você é Filha querida de Maria Auxiliadora! Isto é o suficiente”. Agora todo seu ser está junto do Pai, do Filho e do Espírito Santo em quem acreditou e a quem entregou toda a sua vida.

Obrigado às Filhas de Maria Auxiliadora por este trabalho generoso da Irmã Angélica, feito com o aval da Inspetoria N. S. Aparecida. Parabéns por ter tido em suas fileiras uma irmã com este carisma e esta responsabilidade.

P. Marcos Sandrini, SDB

Galeria de Imagens
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>